Homeopatia

Origem: Especialidade médica e farmacêutica criada pelo médico alemão, Samuel Hahnemann, e reconhecida pelos conselhos Federais de Medicina e Farmácia.

Exercício: Médicos, Farmacêuticos, Odontólogos e Veterinários.

Significado: Homeopatia é uma palavra de origem grega que significa doença semelhante.

Doenças Semelhantes: Em Homeopatia tratam-se as doenças por meio de substâncias, que quando utilizadas em uma pessoa sadia, produzem sintomas semelhantes aos da doença a ser tratada. Para a Homeopatia a doença aparece por conta de um desequilíbrio da energia vital, que é a responsável pelo funcionamento do nosso organismo.

Propósito da Homeopatia: O reestabelecimento do equilíbrio vital – mente e corpo – é o objetivo do medicamento homeopático para uma vida mais harmoniosa e saudável.

Medicamento Homeopático: Uma das funções do farmacêutico especialista em homeopatia é transformar substâncias originárias dos 3 reinos: vegetal, mineral e animal em medicamentos homeopáticos. Isto é feito através de uma técnica especial denominada dinamização. Pela dinamização a energia terapêutica que estava latente na substância bruta é liberada, passando a agir na força vital do paciente. A dinamização permite diminuir os efeitos tóxicos ou agressivos da substância original e aumentar seu poder curativo. É por isso que homeopatia permite utilizar os princípios curativos de substâncias venenosas sem causar malefícios ao paciente.

Quando adoecemos apresentamos sintomas diferentes uns dos outros, mesmo que apresentemos a mesma doença. O estado físico e mental revela que todos somos absolutamente diferentes uns dos outros. Por isso, a avaliação feita por um médico homeopata é demorada, pois a medicação é prescrita para a pessoa e não para a doença, levando-se em conta suas peculiaridades como medo, angústias, temperamento, sonhos marcantes etc. Assim, pessoas com a mesma doença podem receber medicamentos diferentes.

 

 O que você precisa saber sobre medicamento homeopático:

- Solicite orientações a um farmacêutico homeopata. Só um profissional pode garantir acesso a informações precisas sobre a formulação que você utiliza.

- Evite se alimentar pelo menos meia hora antes e depois de tomar sua homeopatia.

- Mantenha sempre a tampa ou o conta-gotas longe da boca. O contato com a saliva ou o hálito pode contaminar o medicamento. A data de validade fica comprometida a ponto de o tornar impróprio para o uso.

- Dissolva os glóbulos e tabletes na boca, de preferência de forma sublingual. Utilize a tampa do frasco para evitar qualquer tipo de contato direto com as mãos.

- Guarde seu medicamento homeopático longe de perfumes, luz solar, aparelhos elétricos ou que emitam radiação. Escolha um local fresco.

- Não reutilize o frasco ou o conta-gotas para outros medicamentos.

- Fique atento para que seu medicamento esteja sempre bem acondicionado em frascos de vidro âmbar. Isso lhe garante maior durabilidade e qualidade.

- Procure orientação médica especializada antes de repetir qualquer prescrição.

 - Saiba que seu medicamento é desenvolvido especialmente para você. Não o recomende para outras pessoas.

- A aplicação desses pequenos cuidados contribui para preservar a qualidade dos medicamentos e, conseqüentemente, para uma melhor resposta terapêutica desejada por todos.

 

MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO CANOVA

Natureza: Imunomodulador que atua no sistema imunológico comprometido ou quando seja requerida uma ação mais efetiva desse sistema.

Fabricante: Canova do Brasil. A metodologia do preparo de sua formulação é processo patenteado com marca registrada.

Apresentação: O medicamento é apresentado na forma de gotas sublinguais, inalante e flaconete.

Metodologia: A Canova do Brasil realiza estudos científicos sistemáticos em Universidades Brasileiras desde 1998, comprovando-se a eficácia e segurança do medicamento a cada novo trabalho de pesquisa. O Imunomodulador Canova induz o organismo a utilizar seus próprios recursos, mobilizando as defesas naturais do corpo enfraquecido.

Produto: Canova é um produto homeopático desenvolvido a partir de componentes descritos nas principais Farmacopéias Homeopáticas Internacionais (brasileira, francesa, americana, alemã, mexicana, entre outras).

Princípio: O medicamento Canova é obtido a partir de uma seqüência de adição de Aconitum napellus + associações e todos os medicamentos que compõem sua formula são importantes componentes homeopáticos utilizados em diversas síndromes agudas e crônicas, porém, juntos, eles aparentam criar um efeito sinergético notável e significante, isto é, o efeito conjunto dos componentes é muito maior do que o efeito de cada um individualmente.

A partir do início da seqüência de adição dos componentes da fórmula começa uma mistura em proporções diversas e em diferentes tempos, começando-se o processo final de diluição em escala decimal, em um processo registrado como propriedade intelectual da empresa Canova do Brasil Ltda.

Resultado: O medicamento é uma forma de Terapia Imunomoduladora dirigida a células específicas “macrófagos” as quais contribuem para a resposta imunológica. Estas células sob ação do Canova diminuem a produção e liberação da citoquina FATOR DE NECROSE TUMORAL – TNFαâ€

Abordagem: A abordagem clínico-farmacológica, diferente da abordagem alopática convencional, torna este medicamento indicado para patologias onde os indivíduos se encontram imunodeprimidos, já que suas formulações homeopáticas, bastante diluídas, não produzem efeitos colaterais nos pacientes que as utilizam.

Mais informações: www.canovadobrasil.com.br